sexta-feira, 2 de julho de 2010

Línguas Falada em Moçambique

Linguas de Moçambique
O número de línguas e variantes alistadas para Mozambique são 32


CHOPI
(SHICHOPI, COPI, CICOPI, SHICOPI, TSCHOPI, TXOPI, TXITXOPI)
Com 760.000 falantes. Lingua com aproximadamente 760.000 falantes. Falada na costa, sul de moçambique, a norte do rio de Limpopo. O centro é Quissico, parte do sul do distrito de Zavala, na zona costeira de aproximadamente 100 quilômetros entre Inharrime e Chidunguela.

CHWABO
(CHICHWABO, CHUABO, CHWAMPO, CUABO, CICUABO, CUAMBO, CHUAMBO, TXUWABO, LOLO, ECHUWABO, ECHUABO)
Com 664.279 falantes (censo de 1980).Falada na zona centro norte na parte costeira entre Quelimane e o Milanje . É de salientar que o Chwabo do distrito de Macusi e Marrara têm a similaridade 78% lexical.

KOTI
(COTI, EKOTI, AKOTI, ANGOCHE, ANGOXE)
Lingua com aproximadamente 41.287 falantes (censo 1980). falada na Província de Nampula, distrito de Angoche, na zona costeira de Angoche e do arquipélago de Moma. Koti é provavelmente uma língua separada dentro do grupo de Makua. O mais perto a Sakaji. Perto de Maka e de Makhuwa. Koti usado por todas as idades em casa, no mercado, e em negocios. Aqueles acima de 15 anos podem usar Makhuwa (negocios, contactos com vizinhos) ou Maka, português é usado (escola, igreja, governo), usa- se muito pouco Swahili ou árabe. 20% são literate no português.

KUNDA
(CHIKUNDA, CIKUNDA, CHICUNDA)
Lingua com aproximadamente 3.258 falantesem Moçambique (censo 1980); 29.000 em Zimbabwe ; 100.000 em todos os países.
Em torno da afluência dos rios de Luangwe e do Zambeze Também na Zâmbia. RD Congo , Alta-volta.

LOMWE
(NGULU, INGULU, NGURU, MIHAVANE, MIHAVANI, MIHAWANI, MAKUA OCIDENTAL, LOMUE, ILOMWE, ELOMWE, ALOMWE, WALOMWE, CHILOWE, CILOWE, ACILOWE, LOLO)
Lingua com aproximadamente 1.300.000 falantes em Moçambique (1991); 1.550.000 em Malawi (1993); 2.850.000 em todos os países. Do nordeste e central, a maioria da província de Zambezia o fala, província do sul de Nampula. O centro do prestigio é alto Molocue, Zambezia.É semelhante a Makhuwa, Chwabo. Diferente de Ngulu (Kingulu) de Tanzânia.

MAKHUWA-MACA
(MACA, MAKA, EMAKA, KHINGA, EKHINGA, TTHWARI, ETTHWARI, MWIKARI, EMWUIKARI)
Lingua com aproximadamente 300.000 a 400.000 falantes(1989). Falada na costa da província central de Cabo Delgado, de Moma a ilha de Moçambique.
Dialectos do Makua: ENAHARRA (MAHARRA, NAHARRA, NAHARA), EMPAMELA (NAMPAMELA), ENLAI (MULAI), EMAREVONE (MAREVONE, MARREVONE). Provavelmente uma língua separada dentro do grupo de Makua. Maca sul parece ser significativamente diferente de Maca norte e de Makhuwa-Makhwana.

MAKHUWA-MAKHUWANA
(MAKHUWANA, MAKUANA, EMAKHUWANA)
Lingua com aproximadamente 2.500.000 falantes (1996). Falada na Provincia de Nampula.

MAKHUWA-METTO
(MAKUA, IMAKUA, MAKOA, MAKOANE, MATO, MAQUOUA, KIMAKUA, MACUA)
Lingua com aproximadamente 1.500.000 falantes em Moçambique (1996); 360.000 em Tanzânia (1993); 7.000 nas ilhas Cômoros (1993); 1.867.000 em todos os países. No centro norte, Também possivelmente em Malawi.
Dialectos De Makua: MEDO (METO, METTO, EMETO, EMEETTO), SAKA (ESAKA). Emeto tem 81% à similaridade 88% lexical com Esaka, 78% a 82% com Enahara, 78% a 80% com Makhuwana, 66% a 68% com Lomwe.

MAKHUWA-SHIRIMA
(MAKUA OCIDENTAL, XIRIMA, ESHIRIMA, CHIRIMA, SHIRIMA, MAKHUWA-NIASSA)
Lingua com aproximadamente 900.000 falantes (1996). O centro pode ser Mada, a sul do rio de Lugenda na província de Niassa. provavelmente não se interliga com o dialecto Metto de Makhuwa.

MAKONDE
(CHIMAKONDE, CHINIMAKONDE, CIMAKONDE, KONDE, MAKONDA, MACONDE, SHIMAKONDE, MATAMBWE)
Lingua com aproximadamente 360.000 falantes em moçambique (1993) incluindo 12.000 Ndonde (1980); 900.000 em Tanzânia (1993); 1.260.000 em todos os países. Nordeste de Moçambique.
Dialectos De Yao: VADONDE (DONDE, NDONDE), VAMWALU (MWALU), VAMWAMBE (MWAMBE), VAMAKONDE (MAKONDE). Relacionamento pròxima a Maviha, que pode ser um dialecto. Isolado. Os falantes o falam foram de casa.

MAKWE
(KIMAKWE, PALMA)
Lingua com aproximadamente 20.000 a 30.000 falantes (1993). Falada na Província de Cabo Delgado, no norte da costa de Pemba; Palma, Quianga, sul ao da ilha de Vamizi, e interior ao longo do rio de Rovuma.
Dialectos De Swahili: MAKWE COASTAL (PALMA), MAKWE INTERIOR. similaridade 60% lexical com Swahili, 57% com Mwani, 48% com Yao. Não inerente interligação com Swahili. Todos os homens parecem falar Swahili, todas as mulheres o compreendem. A maioria de homens de Palma podem falar Mwani. A maioria de povos de Rovuma podem falar Makonde. Aqueles que tiverem alfabetização podem ler o português ou o Swahili.

MANYIKA
(CHIMANYIKA, MANIKA)
Lingua com aproximadamente 100.000 falantes em Moçambique (1972); 348.350 em Zimbabwe (1969); 450.000 ou mais em todos os paísesde. Metade do norte da província de Manica. Também no Zimbabwe.
Dialectos De Shona: BOCHA (BOKA), BUNJI, BVUMBA, DOMBA, GUTA, AQUI, HUNGWE, JINDWI, KAROMBE, NYAMUKA, NYATWE, TEVE, UNYAMA. Manyika tem 74% à similaridade 81% lexical com Ndau.

MARENDJE
(EMARENDJE, MARENJE)
Lingua com aproximadamente 402.861 falantes (censo 1980). pode ser o mais próximo a Chwabo.

MWANI
(KIMWANI, MWANE, MUANE, QUIMUANE, IBO)
Lingua com aproximadamente 100.000 falantes (1990); 20.000 falantes da língua. Província de Cabo Delgado, no norte da costa de Pemba; Ibo a Mocomia. Muitas ilhas do norte de moçambique.
Dialects De Swahili: IBO, PEMBA, QUISSANGA, MOCIMBOA DA PRAIA. Os povos são chamados ' Mwani ', ' Namwani ', ou 'Namuane'. Similaridade 60% lexical com Swahili; 48% com Yao. Não há interligação com Swahili. Isolando- se muito. é o dialecto prestigiado da ilha de Ibo. O dialecto da Mocimboa da Praia é mais ou menos interligado com este. 30% a 40% dos povos usam o português como a segunda língua, 30% Swahili, 30% a 40% Makhuwa. Os homens são mais bilíngües do que mulheres. Os comerciantes e as as escolas primarias podem usar o português. Povo o uso KiMwani em casa, para finalidades sociais, em negocios; Swahili para negociar no norte; Português na escola, para o governo e em negocios.

NDAU
(CHINDAU, NJAO, NDZAWU, SHONA DO SUDESTE, SOFALA)
Lingua com aproximadamente 109.000 falantes em Moçambique (1991); 391.000 em Zimbabwe (1991); 500.000 em toda a região central do país (1991).No sul de Beira em Sofala e na província de Manica.
Dialectos De Shona: CHANGA (CHICHANGA, CHIXANGA, XANGA, SHANGA, MASHANGA, CIMASHANGA, SENJI, CHISENJI), DANDA (VADANDA, WADONDO, WATANDE), GARWE, TONGA (ABATONGA, ATONGA, BATOKA, BATONGA, WATONGA), BALKE (CIBALKE), NDANDA (CINDANDA). Os dialectos de Danda, de Amakaya, e de Chibambava têm 84% à similaridade 88% lexical; 74% a 81% com Manyika. Mais perto de Manyika, e muito mais divergente da união Shona. Danda e Ndanda podem ser o mesmo. Outros nomes geográficos ou étnicos: Dzika, Hijo, Buzi (Buji), Tomboji, Mukwilo.

NGONI
(CHINGONI, KINGONI, ANGONI, KISUTU, SUTU)
Lingua com aproximadamente 35.000 falantes em Moçambique (1989); 170.000 na Tanzânia (1987); 758.000 em Malawi (1993); 963.000 em todos o país. Diversas regiões, na província central de Cabo Delgado, em torno de Macuaida na província de Niassa, na província de Tete no nordeste e sudeoeste da província de Maputo.

NSENGA
(CHINSENGA, SENGA)
Lingua com aproximadamente 141.000 falantes em Moçambique (1993); 427.000 in Zambia (1993); 16.100 in Zimbabwe (1969); 584.000 e em todo o país. Dialecto: PIMBI. Distincto de Senga dialecto de Tumbuka na Zambia, Malawi e Tanzania.

NYANJA
(CHINYANJA)
Lingua com aproximadamente 423,000 falantes em Moçambique (1993); 3.200.000 em Malawi (1993); 989.000 na Zambia (1993); 251.800 no Zimbabwe (censo 1969); 5.000.000 em todos os países (1995). Niassa, Zambezia e na Provincia de Tete. CiChewa no distrito de Macanga, Tete; CiNgoni em Sanga e Lago Niassa, Angonia em Tete; CiNsenga no Zumbo em Tete; CiNyanja ao longo do Lago Niassa e Tete. Tambem na Tanzania. Dialectos: CHEWA (CEWA, CHICHEWA, CICEWA), NGONI (CINGONI), NSENGA (CINSENGA), NYANJA (CINYANJA).

NYUNGWE
(CHINYUNGWI, CINYUNGWE, NYONGWE, TETA, TETE, YUNGWE)
Lingua com aproximadamente 262.455 falantes (censo 1980). Na bacia central do rio Zambeze abaixo de Sena.

PODZO
(CHIPODZO, CIPODZO, PUTHSU, SHIPUTHSU)
Lingua com aproximadamente 86.000 (1993). Na fronteira sul das Provincias da Zambezia e Sofala, este do rio Zambeze deste marromeu ate Chinde. Reportagens indicam que Podzo é ligado inerentemente ao Sena. aproximadamente ao Sena e Chwabo. 92% lexico similar com Sena.

PORTUGUÊS
Ligua oficial de moçambique e com aproximadamente 30,000 falantes em Mozambique (1993), 27% falantes como linguagem secundaria (censo 1980); 170.000.000 em todos os países (1995).

RONGA
(SHIRONGA, XIRONGA, GIRONGA)
Lingua com aproximadamente 423.797 falantes em Moçambique (censo 1980); 500.000 em todos os paises(1991). Sul da Provincia de Maputo, áreas costeiras. Tambem na África do sul.
Dialectos: KONDE, PUTRU, KALANGA. Particular interligação com ShiTsonga and ShiTswa.

SAKAJI
(ESAKAJI, SANKAJI, SANGAJI, SANGAGE, THEITHEI)
Lingua com aproximadamente 18.000 Falantes em Moçambique (1993). Na costa, no norte de Angoche na peninsula de Sangange em Zubairi, Charamatane, Amisse, Mutembua, Namaeca, Namaponda, e tambem emo Mogincual e Khibulani. Similar a Makhuwa e Swahili.

SENA
(CISENA, CHISENA)
Lingua com aproximadamente 1.086.040 em moçambique (censo 1980). Nordeste das Provincias de Sofala, Tete, e Zambezia. Sena é a lingua predominante em Tete e Noroeste de Sofala.

SHONA
("SWINA", CHISHONA)
Lingua com aproximadamente 759.923 falantes em Mozambique, possivelmente incluindo o Ndau e Manyika (censo 1980); 6.225.000 no Zimbabwe (1989); 15.000 na Zambia; 7.000.000 em todos os países (1990). TAmbem em Malawi.
Dialectos: KOREKORE (SHONA DO NORTE), ZEZURU (BAZEZURU, BAZUZURA, MAZIZURU, VAZEZURU, WAZEZURU). Interligado com Manyika.

SWAHILI
Lingua com aproximadamente 6.104 falantes em Moçambique (censo 1980); 5.000.000 falantes como lingua principal (1989 ); 30.000.000 como lingua secundaria (1989). Tambem no nordeste da Tanzania, Kenya, Uganda, Rwanda, Burundi, Somalia, Mayotte, Africa do Sul, Emirados Árabes Unidos, Oma, Estados Unidos da America.

SWATI
(SWAZI, ISISWAZI, SISWATI, TEKELA, TEKEZA)
Lingua com aproximadamente 731 falantes em Moçambique (censo 1980); 1.670.000 em todos os paísess. tambem na Swazilandia e África do Sul.

TONGA
(GITONGA, INHAMBANE, SHENGWE, BITONGA, TONGA-INHAMBANE)
Lingua com aproximadamente 223.971 falantes em Moçambique (1980 census). South, Inhambane area up to Morrumbane. Niger-Congo , Atlantic-Congo, Volta-Congo, Benue-Congo, Bantoid, Southern, Narrow Bantu, Central, S, Chopi (S.60). Dialects: GITONGA GY KHOGANI, NYAMBE (CINYAMBE), SEWI (GISEWI). 44% lexical similarity with Chopi. Different from ChiTonga of Malawi, ChiTonga of Zambia and Zimbabwe, or Tonga dialect of Ndau. NT 1890, in press (1996). Bible portions 1888-1989. Work in progress.

TSONGA
(SHITSONGA, XITSONGA, THONGA, TONGA, GWAMBA)
Lingua com aproximadamente 1.500.000 falantes em Mozambique (1989); 1.646.000 na Africa do sul (1995); 19.000 na Swazilandia (1993); 3.165.000 em todos os países. Sul de Maputo, quase todas as Provincias de Maputo e Gaza. Dialectos: BILA (VILA), CHANGANA (CHANGA, XICHANGANA, SHANGAAN, HLANGANU, HANGANU, LANGANU, SHILANGANU, SHANGANA), JONGA (DJONGA, DZONGA), NGWALUNGU (SHINGWALUNGU). 'Tsonga' é usado para descrever XiChangana, XiTswa, e XiRonga, embora seja usada frequentemente como lingua permuta com o Changana, é a mais prestigiado das três. Todas são reconhecidas como linguas alternativas, todas elas estão interligadas.

TSWA
(SHITSWA, KITSWA, SHEETSWA, XITSWA)
Lingua com aproximadamente 695.212 falantes em Mozambique (1980). Região sul, quase toda a Provincia de Inhambane. Tambem no Zimbabwe e Africa do sul. Dialectos: HLENGWE (LENGWE, SHILENGWE, LHENGWE, MAKWAKWE-KHAMBANA, KHAMBANA-MAKWAKWE, KHAMBANI), TSWA (DZIBI-DZONGA, DZONGA-DZIBI, DZIVI, XIDZIVI), MANDLA, NDXHONGE, NHAYI. Particular interligação com Ronga e Tsonga.

YAO
(CHIYAO, CIYAO, ACHAWA, ADSAWA, ADSOA, AJAWA, AYAWA, AYO, DJAO, HAIAO, HIAO, HYAO, JAO, VEIAO, WAJAO)
Lingua com aproximadamente 194,107 falantes em Moçambique (censo 1980); 1,003,000 em Malawi (1993); 400.000 na Tanzania (1993); 1.597.000 em todos os paises. Centro Norte, na Área sul do Lago Niassa. Possivelmente no Zimbabwe.
Dialectos: MAKALE (CIMAKALE), MASSANINGA (CIMASSANINGA). Yao na Tanzania é diferente pois usa difrente escrita.

ZULU
(ISIZULU, ZUNDA)
Lingua com aproximadamente 1.798 falantes em Moçambique (censo 1980); 8.863.000 em todos os paises. Tambem na Africa do Sul, Malawi, Swazilandia, Lesotho.

Fonte: Centro Cultural Luso Moçambicano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário